caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

terça-feira, 23 de outubro de 2012

a vida às vezes

ficar desempregada foi como sofrer uma amputação.
ainda sinto a perna, preciso da perna, mas já não tenho a perna.
ficar desempregada foi terem-me arrancado uma parte importante de mim.
eu vivia o meu trabalho e era boa no que fazia.
mas um dia acordei e faltava-me uma perna.
estranhamente, passado o choque inicial, senti-me feliz.
pela primeira vez em muito tempo passei a ter tempo.
deixei de acordar a pensar que não aguento mais, que um dia expludo ou faço asneira da grossa.
foi como se a vida me tivesse dado um balão de oxigénio.
pela primeira vez em muito tempo vivo em paz, com tranquilidade, com tempo.
tem sido um tempo de descoberta.
tem sido um tempo feliz.
e dou comigo a pensar que esta podia ser uma oportunidade de vida se eu soubesse fazer alguma coisa.
mas a verdade é que não sei fazer nada além de escrever e de fazer colagens.
e o tempo esgota-se.

5 comentários :

  1. Saber fazer algo, às vezes, tb não é o suficiente. Olha eu, agora que estou em casa com a G. e "tenho tempo" para me dedicar à costura, não tenho encomendas... =(

    ResponderEliminar
  2. Agarra na escrita e nas colagens e faz um livro!
    Olha que falo sério. Vai uma aposta que vale a pena acreditar em mim?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mauuuuuu... já estivemos a falar melhor!
      Não querem lá ver que temos de acabar o namoro e te devolvo as cartas e as madeixas de cabelo ;)

      Eliminar
  3. Realmente sem sido uma boa surpresa descobrir-te. Temos muito em comum. Passei pela mesma 'amputação' que tu e pela mesma sensação de 'não saber fazer nada'. Porque escrever não é fazer, é nisto que acabamos por acreditar depois de algum tempo a ouvir isto e a sentir isto de todos os quadrantes. Pois bem, Scarlet, 'isto' é mentira. Mas não me vou alongar demasiado porque quero escrever um post para te explicar melhor o que quero dizer.

    Até breve

    ResponderEliminar