caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

sexta-feira, 5 de abril de 2013

{cem anos de solidão}

o meu avô tinha um nome em cada lado da fronteira, estevão do lado de cá e esteban do lado de lá.
o meu avô estevão teve um irmão josé e três irmãs: a corica, a sílvia e a teresa.
a corica casou com o mata sete, desconheço o nome verdadeiro, sei que numa rixa na raia alentejana por causa de contrabando despachou sete, não sei se os matou mesmo ou se era só lenda.
o estevão e o josé deixaram de se falar ainda novos por causa da sílvia.
a sílvia era muito bonita e veio do alentejo para lisboa e diz que caíu na vida.
quando voltou à terra, a sílvia ía grávida e sem pai para o filho e o irmão josé, que de todos era o que estava melhor na vida, era manageiro, renegou-a e culpou a irmã teresa.
o meu avô achou mal negar cama e mesa à irmã grávida, independentemente do tamanho da sua desgraça.
lutaram e nunca mais se falaram.
a sílvia acabou por morrer de sífilis logo após o nascimento do filho, que veio a ser criado no bairro de algés pela irmã teresa, como se seu fosse.
a tia teresa era uma senhora muito bonita e distinta.
adorava perder-me na casa dela, entre plumas e purpurinas, luvas compridas e estolas de raposa.
viveu um amor proíbido com um homem casado, foi teúda e manteúda.
mas ele levava-a à opera e aos melhores restaurantes de lisboa e nunca lhe falhou.
até se dar o 25 de abril, altura em que, dizia-se, ele fugiu com a família para o brasil.
ela recebeu uma carta de amor com um carimbo do brasil, onde ele dizia que a amava mas que não mais se poderiam ver.
e nunca mais se viram.
durante muitos e muitos anos todos os meses a conta bancária da tia teresa recebia um generoso depósito, até que um dia acabou.
foi com a tia teresa que aprendi que uma chávena de chá nunca se recusa, mas que é indelicado beber mais de duas.


2 comentários :

  1. Isto está mais para os lados de Eça do que de GGM!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há uma razão para este título :) na minha família os nomes próprios repetiram-se por 3 gerações... depois quebrou-se o ciclo.

      Eliminar