caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

sábado, 20 de abril de 2013

{estava um dia de sol como hoje}

cresci a ouvir dizer 'é toda pai'.
e eu não me importava, sabes como eu não gostava de nada que tivesse a ver com ela.
estive a ver fotos antigas, de quando era muito pequena e tinha os teus olhos, pequenos.
os olhos da avó ana, nunca falo da avó ana.
agora tenho os olhos dela, grandes e caídos, mas já não me importo de me parecer com ela.
como podem uns olhos mudar tanto?
tenho saudades tuas.
sempre.
eu ía dizer que hoje, de todos os dias, é o dia em que me lembro mais de ti.
que não é do dia em que me deixaste de que me lembro mais, que é do dia em que te deixei.
mas ontem fizeste-me tanta falta...
durante muito tempo senti-te perto, agora já não.
espero que tenhas seguido o teu caminho.
espero que estejas bem.
espero que não te tenhas esquecido de mim.
eu tenho saudades tuas.

1 comentário :

  1. Lindo texto! Revejo-em tanto na última frase "espero que não te tenhas esquecido de mim.
    eu tenho saudades tuas."

    ResponderEliminar