caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

sábado, 6 de abril de 2013

{o primo de algés}

o orfão criado pela tia teresa cresceu um belo mancebo.
era o típico beto da linha, bonito e educado.
a mim intimidava-me tanta beleza.
quando ele ía lá a casa eu escondia-me debaixo da mesa de pé de galo.
tinha vergonha.
não sei porquê, não me lembro sequer de ele me dirigir a palavra, nunca lhe dei oportunidade, fugia.
a mesa de pé de galo estava num canto da sala, de frente para o sofá, coberta com uma toalha curta de renda e cheia de molduras.
eu escondia-me debaixo de uma mesa onde todos me viam.

3 comentários :