caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

quarta-feira, 3 de abril de 2013

{premonição}

outro dia li num blog alguém dizer sobre o seu dia de aniversário que sentia ter chegado à metade da sua vida, que era algo que sentia desde pequena, isto de ir morrer cedo.
eu também acho que estou em metade da minha vida, o que é uma merda, porque eu quero viver mais.
não sei para quê, as perspetivas de futuro não são animadoras, este país não é para velhos, mas quero viver muito.
os meus avós maternos morreram tarde na vida, velhinhos e eu quero morrer velhinha.
antigamente tinha medo de morrer, agora não.
não é que me apeteça morrer, nada disso, mas já não me falta o ar no peito quando penso que também eu um dia vou desaparecer.
é uma merda, só pode querer dizer que já estou a ficar velha, só os velhos é que não têm medo da morte.
alguns, porque outros têm.

Sem comentários :

Enviar um comentário