caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

quarta-feira, 1 de maio de 2013

{onde estavas tu no 1º de maio?}

eu estava algures entre o largo do carmo e a avenida da liberdade às cavalitas do meu pai.
tenho na memória as ruas cheias de gente e um mar de cravos vermelhos.
e de repente um homem numa varanda e a multidão a gritar otelo.
tinha 4 anos e o meu pai disse-me "não tenhas medo".
como se ao lado dele eu tivesse medo de alguma coisa.
e essa foi a herança que o meu pai me deixou: um espírito combativo e curioso, um coração corajoso e o respeito pela liberdade.

Sem comentários :

Enviar um comentário