caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

{o sono}

tenho problemas com o sono, sempre tive problemas com o sono, não gosto de dormir mas ah é tão bom dormir.
não sou pessoa de ter muito sono e pumba caír para o lado.
não, eu sou mais de começar a pensar que tenho de ir dormir, mas que ainda não me apetece ir dormir apesar de já estar com um bocadinho de sono e acabo por vencer o sono porque não me apetece largar o que estou a fazer para ir para a cama.
no dia seguinte tenho dores de cabeça, falta de energia e de concentração.
ou então vou para a cama tentar dormir e penso muito em muitas coisas diferentes, acho que se chama a isso sonhar acordada, e demoro uns quarenta minutos a adormecer.
às vezes fico com dores de cabeça à mesma porque me ponho a imaginar que horas serão e eu sem dormir, mas não vou ver para não me enervar mais.
parece-me que o meu  problema é a trasladação do sofá para a cama, por isso estou a pensar abdicar da cama e comprar um sofá gigante.
aliás, apetece-me esvaziar a casa toda e ficar só com o sofá gigante.
mas depois, quando consigo adormecer e não tenho sonhos e durmo tranquila, acordo ao fim de muitas horas e penso que dormir é tão bom, que bom que é estar ali na caminha e viro a almofada para estar mais fresca e viro-me a mim e fico na cama a dormitar até não aguentar mais o corpo dorido.
mas o sono é um velhaco e eu deterorio-me muito durante o sono.
vou para a cama de pele lisa e sedosa e uma hora depois de me ter levantado ainda tenho um vinco de almofada na cara.
e acordo quase sempre com uma borbulha, não sei porquê, vou para a cama de pele lisa e sedosa e algures nesta minha cara complicada nasce uma pequenina borbulha com cabeça branca, nas abas do nariz, junto à raíz do cabelo ou no queixo, donde se conclui que o sono me faz borbulhas.
e de tanto falar nele tenho efetivamente algum sono, apetecia-me tão mais fazer outras coisas, mas vou dormir.

2 comentários :

  1. Raios partam o sono, a falta dele ou quando é a mais. Também sou assim, ora tenho noites inteiras que me sinto sempre semi-adormecida, depois levanto-me de manhã com a sensação que fui atropelada por um comboio, a fazer contas a que horas me vou poder deitar...ou então durmo ferradinha de nem me conseguir levantar, porque as três noites anteriores foram de insónias...

    ResponderEliminar