caso não seja imediatamente redirecionado, estou em http://escritacarmim.blogspot.pt/

terça-feira, 8 de outubro de 2013

{pumbas}

caí.
assim, desamparada, para trás.
estava à espera duma amiga num recanto dum jardim, escorregou-me o salto alto na relva e eu caí.
ziguezagueei e aterrei na relva, num declive, o rabo na relva inclinada para trás e as pernas abertas para o ar.
ou melhor, não sei muito bem como foi, à parte ter sentido o salto escorregar e o rabo aterrar.
isto das quedas é uma coisa que se passa au ralenti e ao mesmo tempo tão depressa.
nem sei se alguém viu, eu não vi ninguém, mas claro que não tirei os óculos escuros da cara.
podem-me ter visto as cuecas, mas a cara não.

Sem comentários :

Enviar um comentário